quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Precisamos falar sobre o Setembro Amarelo


Setembro amarelo é um projeto de conscientização e prevenção ao suicídio. Com isso, muitas informações estão circulando, o que é bom. Porém, sinto que o suicídio está sendo banalizado. Não, o projeto não tem esse intuito, mas é o que está acontecendo como consequência. Várias pessoas estão postando em suas redes sociais uma imagem/texto que diz "se precisar de alguém para conversar ou só te ouvir, pode me chamar no inbox", a questão é que muitos estão fazendo isso só para se sentirem melhores consigo mesmos ou então só porque todo mundo está fazendo. Suicídio não é assim!!!
Quando uma pessoa pensa em tirar a própria vida saiba que essa nunca foi a sua primeira opção, mas a última. Suicídio é válvula de escape do corpo de quem não vive mais. De quem está apenas vagando por aí. E não, uma pessoa que pensa em se suicidar, não vai ver mil posts de pessoas que nem conhece dizendo a mesma coisa e chamar no inbox e dizer todas as suas dores. Não funciona assim.
Não culpo as pessoas que estão participando disso porque elas não passaram por esse momento e não tem como saber o que é esse sentimento. Mas me irrita toda essa banalização. Esse projeto com certeza está ajudando bastante trazendo essa discussão em pauta e mostrando para as pessoas como ajudar. Mas não é com um post egocêntrico que isso vai acontecer. Peço desculpas se esse texto ficou confuso, mas precisava realmente desabafar.
Uma postagem abrindo o seu coração para apoio ajuda.
Mas ajuda ainda mais perguntar para alguém que passa por você de cabeça baixa se está tudo bem e querer, de fato, saber se está tudo bem.
Ajuda cuidar do seu amigo que está se sentindo excluído.
Ajuda não julgar os problemas de quem é próximo a você como drama.
Ajuda fazendo alguém se sentir importante.
Diga para as pessoas que elas são importantes.
Mas diga mesmo.
O dia de um suicida melhora com um elogio de um desconhecido, mas sua vida ganha um pouquinho mais de cor quando quem convive com ele mostra a sua importância.
Espero que entendam o que eu quis dizer.
Precisava trazer essa discussão.
Não banalizem esse projeto.
Não façam ele perder a sua força.

Nenhum comentário:

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo