segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Resenha: A menina da neve - Eowyn Ivey

Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
ISBN: 9788581638010 
Páginas: 352
Nota: 4/5 

Abra as portas e deixe ela entrar.

Mabel e Jack são um casal, mas parecem dois desconhecidos, a principio. Após a tentativa não sucedida de ter um tão sonhado filho, Mabel perde todas as esperanças, afinal, é difícil perder aquele que mais amou, mesmo que não tenha tido a chance de viver. Para mudar de vida e tentar recomeçar, os dois se mudam para o Alasca. Esse lugar mesmo que você, leitor, está pensando. Não é fácil. Jack tem que aprender a caçar, criar uma espécie de horta. São somente os dois, solitários entre o mundo e entre eles mesmos. As coisas mudam um pouco quando conhecem uma família que mora ali perto, por incrível que pareça. Esther, George e o filho, Garrett. Porém, há algo muito maior esperando por eles.

"A menina ia e vinha sem aviso, o que deixou Jack nervoso. Havia algo de fantasmagórico em seu comportamento e em sua aparência, seus cílios congelados e o olhar azul, a forma como ela se materializava saindo da floresta."

Em um momento de súbita alegria, o casal constrói uma boneca de neve. Dias depois, Mabel começa a ter visões de uma garotinha na neve. Em um momento, são apenas pegadas. E então, ela passa a ser uma filha. Mágica? Lenda? Realidade? Não se sabe. Mas ela traz vida ao Alasca, reacende o sentimento há muito esquecido pelos dois. Mas há um problema, ela sempre vai embora no verão. É quente demais dentro da casa. O lugar dela é nas florestas. Então, a garota começa a crescer. Algumas coisas acontecem e as duas famílias se juntam. Por um tempo, há prosperidade, esperança. Mas as coisas podem mudar... ou não.

"De certa forma, ela era apenas uma menininha com seu corpinho e suas risadinhas raras e contidas, mas ela também parecia séria e sábia, como se andasse pelo mundo com um conhecimento maior do que o de qualquer pessoa que Jack conhecia."

Acompanhamos o crescimento de todos os personagens ao longo do livro, inclusive da garotinha, Faina, e Garrett. A única coisa que posso dizer é que há um romance. Mas esse não é o fato principal do livro, então não espere por isso. A questão é o que Faina representa, ela pode ser mágica sim, mas pode ser real. Isso não importa. Ela simplesmente consegue trazer a alegria de volta para o lugar e, por mais gelada que seja, conseguiu aquecer até mesmo o meu coração.


A narrativa em si é muito bonita. As atitudes de Mabel, os sentimentos dela, Jack, Garrett, tudo é muito bem explorado. Há uma profundidade em tudo, mas que não deixa o livro nem um pouco entediante. A narrativa não é cheia de ação e aventuras, isso é fato, mas é algo para ser sentido. E posso dizer que, se não estivesse em época de vestibular, teria lido muito mais rápido. Mas creio que cada uma das três partes deve ser digerida como um floco de neve.

"Mas ele também ficava assustado ao perceber o quanto a menina se tornara importante para Mabel. E para ele também. Ele admitia isso. Jack podia não ficar olhando pela janela, mas esperava com a mesma ansiedade. Esperava que a menina não estivesse sozinha ou em perigo. Esperava que ela aparecesse e viesse correndo e sorrindo até ele."

O único motivo pelo qual não darei cinco estrelas é que, ainda que tenha me feito refletir, não conseguiu me prender. Acho que esperava um pouco mais.
Porém, é um ótimo livro. Toda essa coisa da magia estava presente o tempo inteiro de uma forma humana. Profundo. Tocante. Mágico. Embarque em uma viagem para o Alasca e deixe que a Menina da neve toque seu coração.

17 comentários:

  1. Olha eu li somente a prova do livro quando a novo conceito me mandou.
    Mas eu ainda não o peguei para fazer a leitura.
    Espero que seja um livro bom, porque todos tem falado maravilhas sobre ele
    Espero gostar bastante.

    Mas mesmo assim eu gostei da sua resenha.
    Vi que tu curtiu, ainda mais envolvendo magia e todo um mistério
    Enfim...

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resumo-do-mes-outubro.html

    ResponderExcluir
  2. Eu estou tão ansiosa com esse livro que dá até medo de me decepcionar, mas a premissa é muito interessante e está na minha listinha, em breve será resenhado. Pena que não te prendeu tanto, mas quatro estrelas já é uma nota muito boa.

    ResponderExcluir
  3. Eu amei essa capa desde o dia do lançamento e mais ainda quando li a sinopse e com sua resenha me encantei mais.
    Adoro história de superação entre casais e que demonstram que a esperança sempre deve ser a última a morrer.

    Obrigada pela dica!

    Resenha muito boa!
    Beijocas!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Beatriz, tudo na paz?

    Esse livro me encantou desde que vi a NC divulgando o lançamento. A sinopse e capa são encantadoras. Sua resenha me deixou com mais vontade de compra-lo. Quer fazer isso em breve. Parabéns pela escrita!
    Abraços!
    http://surpresasnaspaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá.
    Vendo os lançamentos sempre ficava com esse livro, mão por ter gostado da história, mas por ter achado ele melhor que os outros, e eu acho isso bom, não criar espectativas pata depois se decepcionar.
    Eu tenho vontade de ler esse livro.

    www.poyozodance.blogspot.cpm.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Beatriz!

    Todos falando desse livro e eu ainda não consegui encontrar nele alguma coisa que me chame a atenção.
    Parece bom, pela sua resenha entendo que tem muito para passar, mas mesmo assim, não sei o que esperar dele... Tirando a capa, que achei feia..

    Muito boa sua resenha!

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  7. Gostei da capa. E que mudança radical, hein, Alasca! Tenho duas amigas que leram o livro e gostaram muito, quanto a mim, não tenho certeza se seria o tipo leitura capaz de me agradar. De qualquer forma, gostei muito da tua resenha e, quem sabe, mais adiante eu me anime a ler. Beijos!
    http://leituras-compartilhadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Beatriz, sua linda, tudo bem
    Eu sei que você disse que se ela é real ou mágica não importa. Mas se eu me envolvesse com ela, se ela mudasse a minha vida e depois descobrisse que é sobrenatural, que não pode fazer parte da minha realidade, ficaria destruída. Parece ser um bom livro, com mensagens bonitas.Quem sabe para ler entre aqueles livros mais pesados. Gostei da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Estou apaixonada por esse livro, adoro fantasia, e essa trama me atraiu demais! Eu estou louca para ler! Pena que você não se prendeu tanto. :/
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  10. Fico feliz em saber que a narrativa é bonita e que os sentimentos são muito bem explorados, já que essa é uma das minhas próximas leituras. Pena que não te prendeu, apesar de te ter feito refletir... Por tudo que já li sobre ele me parece mesmo um livro tocante, estou ansiosa para ler.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Oiiie
    Ótima resenha, eu estou mega curiosa por essa leitura e espero poder ler em breve gostar, essa capa está liiiiinda e sua resenha me deixou ainda mais curiosa

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Nossa, flor… não sei se estou pronta para esse livro. Eu estou sonhando com a maternidade e, embora para algumas mulheres isso pareça fácil, para muitas outras é uma árdua batalha. Acho que o casal estar se reconstruindo, se reconhecendo, seria emocionante para mim. Eu gostei da proposta… E gostei de você mesma dizer que "não importa" se a menina de neve é mágica ou não. Importa o que ela significa. Enfim, pretendo ler.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oii.. Já li algumas resenhas desse livro, todas falando muito bem. Achei a capa dele linda de mais, e a história parece aquelas que emocionam e tocam no coração. Achei bem bonito o enredo, e estou curiosa para ler sobre essa tal menina mágica kkkk. Adorei sua resenha, deu pra perceber o encanto que o livro deixa *-*
    Xx

    ResponderExcluir
  14. Oi, li uma resenha essa semana onde a blogueira estava nem entusiasmada, a sua está positiva mas mais branda, agora fiquei meio que com um pé atrás, mas continuo deixando ele na minha lista, é uma história bem diferente, me traz um conto de fadas na mente,mais precisamente me lembrei do Pinóquio quando li sua resenha e a dela, e um pouco de terror por essas sombras ai. Fiquei curiosa para saber se essa boneca saiu andando mesmo ou se a mulher ficou biruta.

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Esse era um dos livros que estava mais ansiosa com o lançamento. Infelizmente ainda não consegui pegar ele para ler e estou achando que isso é um ponto bom, já que ele não te prendeu completamente, acho que é melhor eu não ir com tantas expectativas. Acho que quando temos expectativas altas demais ficamos mais críticos.
    Adoro livros que tocam e que fazem refletir... espero conseguir sentir a história e que o livro também toque meu coração :)

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  16. Eu já tinha lido um pouco a sinopse dele, confesso que não chamou muito a minha atenção. Que pena que você não se prendeu a leitura, não consigo terminar um livro quando ele não me prende. Sua resenha ficou super boa.
    Beijos,
    www.dosedeilusao.com

    ResponderExcluir
  17. Concordo com você em relação ao ritmo, e acho que ele é um pouco menos mágico e poético do que as pessoas costumam vendê-lo. Não entendi o que levou à nomeação do livro ao Pulitzer (um chamativo para mim), mas também não achei ruim ter passado um tempo com ele. A história, de maneira geral, me cativou.
    Segue uma análise um pouco mais completa:
    http://www.criticaemserie.blogspot.com.br/2015/12/a-menina-da-neve.html
    Abs,

    ResponderExcluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo