sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Resenha: Os bons segredos - Sarah Dessen

 Editora: Seguinte
Ano: 2015
ISBN:  9788565765763
Páginas: 408


Segredos podem ser ruins, mas as vezes são bons demais para serem guardados.

Em meio a uma família que quebra a tradição americana, Sidney se sente invisível. Peyton, seu irmão, foi preso diversas vezes, estava sempre alcoolizado, sob efeito de drogas e cometendo infrações. As coisas mudaram por um tempo, o garoto estava em uma clínica de reabilitação, mas, após uma recaída, cometeu o pior acidente de todos.
David Ibarra havia acabado de sair da casa de um amigo e subido em sua bicicleta quando foi atropelado por um bêbado - Peyton. David ficou paraplégico. Apesar de tudo, a mãe de Sidney sempre tentava inverter a situação e torná-lo vítima, enquanto isso, ignorava a filha. Tudo sempre girou em torno de Peyton - inclusive o humor dos pais. Sidney teve que sair do colégio Perkins Day e ir ao Jackson, abandonando as amigas, enquanto carregava toda a culpa que não era deixada para o irmão sentir.

"Um fenômeno estranho acontece quando uma coisa deixa de ser um fato isolado para se tornar um hábito. Como se o problema já não fosse um visitante temporário, mas alguém que se mudou de vez para a sua casa."

A menina sofre por um tempo na nova escola, mas acaba fazendo novos amigos. Layla, Mac, entre outros.  Além disso, temos Ames, melhor amigo de Peyton e da família, um homem bem sinistro.
Não acho que Os bons segredos tenha, de fato, uma história linear com inicio, meio e fim. Poderia se equivaler a um filme colegial, o que não o torna ruim. É um ótimo livro, apesar de não conter a história tradicional. No entanto, a narrativa é bem confusa a princípio devido a grande quantidade de diálogos e personagens, mas depois acostuma-se e é como se aquele fosse um ambiente familiar. Digo, durante a leitura, era como se eu estivesse em meio aos amigos, participando.

"Não foram palavras sábias ou esclarecedoras; pelo menos não me soaram assim. Mas ao ouvi-las, Layla soltou um suspiro, encostou a cabeça no meu ombro e fechou os olhos. Sempre me esforcei tanto para dizer a coisa certa, e sempre fracassava. Fiquei feliz de acertar ao menos uma vez, mesmo sem querer."

Apesar do começo parado, acabei me envolvendo bastante. Foi muito divertido e peculiar conhecer cada personagem e suas manias. Layla, a garota das combinações de batatas-fritas - depois de ler esse livro você nunca mais comerá batata-frita do mesmo modo -; Mac, o garoto da pizzaria Seaside que adora recombinar e reconstruir coisas; Eric, o tal "bad boy da banda", apaixonado e movido por música. Até mesmo os termos usados por Sidney são usados por mim no dia a dia, o que fez com que me identificasse ainda mais com a protagonista.


O romance é muito bem trabalhado, realista, humano - tirando uma única cena clichê. É realmente diferente e conseguiu se destacar.
Um ponto negativo, porém, é a previsibilidade. Esta, somada ao fato do livro não possuir uma história linear, acabou me incomodando bastante e fazendo com que me decepcionasse. Fez com que eu sentisse falta de algo, poderia ter sido mais, mas não foi. Desde o início, sabia como seria o final. Não fui surpreendida, não tive vontade de ler loucamente, apenas fui me divertindo, interagindo e sentindo-me ali.

"(...) Aquelas emoções, repentinas e fortes, me pegaram de surpresa. Tanto que só tomei consciência da parte mais chocante daquilo horas depois. O mais surpreendente não era o choro em si, mas o fato de eu ter chorado na frente de outras pessoas. Na verdade, só desabamos diante de quem sabemos que pode nos reconstruir. Mac e Layla estiveram ao meu lado. Mesmo - e especialmente - quando eu não podia fazer o mesmo por eles."

Em suma, Os bons segredos é um livro que deve sim ser lido, mas não sairia recomendando a quatro cantos. Se você está com a expectativa extremamente alta - como eu estava - tente esperar menos. É um livro ótimo, mas não incrível. A narrativa trata-se mais da psicológica de Sidney e sua aceitação, que ocorre ao longo do livro. Trata-se de crescer como pessoa e se mostrar visível para o mundo. Embora, ainda assim, alguns ingredientes tenham ficado em falta. Há assuntos fortes presentes, mas que não foram tratados com tanta seriedade. Talvez por ser um livro mais voltado para o público jovem. Contudo, senti-me familiarizada e abrigada como não sentia há muito tempo.

22 comentários:

  1. Oieee.
    li uma resenha falando muito bem dele hoje, agora a sua nem tanto, mesmo assim estou curiosa para o livro.


    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Oláá!
    Também li uma resenha do livro hoje... bom, já estou namorando essa história há algum tempo e espero não me decepcionar também... mas, depois, eu volto e conto qual foi minha opinião final ;)
    Beijos,
    Alexandra
    http://thebestwordsbr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Acabei de ler uma resenha desse livro, a menina que resenhou adorou já você não, agora fiquei na dúvida se irei realmente gostar, mas acho que terei que ler e tirar minhas próprias conclusões.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, Beatriz.
    Eu nunca li nada da autora, por isso não sei o que esperar do livro. Gostei do assunto abordado na história, Infelizmente existe muitos pais que dão preferencia um dos filhos e fecham os olhos para as coisas erradas que ele faz. Eu me interessei e leria, mas não tão já.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Tenho muita vontade de ler esse, pois, mesmo as pessoas destacando alguns pontos positivos, sempre indicam ele. Acredito que deve ser um bom livro. Não estou com a expectativa alta, apenas sinto vontade de lê-lo ♥
    Adorei a resenha, muito bem escrita!
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  6. Um livro que trata de problemas que podem acontecer próximo à nós sempre é forte...
    Não gosto desse tipo de leitura, me deixa bem pra baixo sabe....
    mas tua resenha está incrível!!!!
    Parabéns
    Eu Pratico Livroterapia

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Estou com bastante expectativas para esse livro, mas acho que já não espero muito, pois li muitas resenhas que falam sobre essa expectativa excessiva.
    A premissa do livro é bem interessante, mas a personagem parece ser meio mole no começo rs.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  8. Que pena que achou previsível e que acabou se decepcionando... você acaba de diminuir minhas expectativas com relação ao livro. Li um outro da autora e gostei bastante, então estava extremamente empolgada. Entendo perfeitamente isso de você se decepcionar por achar o livro ótimo e não incrível... acabou de me acontecer, mas com um livro de outra autora.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Nunca li nada da autora.
    Acabei de ler uma resenha sobre ele em outro blog,mas foi mais positiva que a sua!
    Nao sei se leria, muito parado pro meu gosto!
    BJU

    ResponderExcluir
  10. Oii,
    Que capa linda desse livro.
    E confesso que estava esperando outro tipo de romance, mas ao ler sua resenha não sei se leria esse livro. Mas vou deixa-lo em minha lista, para quem sabe futuramente né?

    beijos

    ResponderExcluir
  11. :3 Acabei de ver esse livro em outro blog e mega quero ele.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Li essa resenha em outro blog e Curti. Mas com os pontos levantados aqui melhor deixar mais pra frente. Certos pontos negativos me fazem passar longe do livro. Gostei muito da resenha e da sua sinceridade. Bjos Elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

  13. Oie!
    Foi o primeiro livro que li da autora e gostei muito! Não vejo a hora de conferir os outros já publicados aqui no Brasil \o/
    BJks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  14. Olááá
    Adorei sua resenha e amo essa autora, quero muuuito ler esse novo dela, amo essa capa e o tema do livro está mega interessante haha ótima dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Recebi da editora a proposta de resenhar o livro, e fiquei super empolgada. Mas pelo jeito é bom eu baixar minha bola, e ler com calma. hahaha Odeio me decepcionar com as leituras, mas essa vou fazer sem medo, porque já sei o que esperar então. ;)
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  16. A Companhia das Letras entrou em contato comigo para resenhar esse livro
    e aceitei, ainda não sei o que esperar, mas quem vai ler pra mim é minha colaboradora Agatha e espero que ela goste, porque fiquei com receio de ler e não gostar, mas lendo a sua resenha, achei a trama bastante interessante. Até peguei ele em ebook para vc ter uma ideia. Espero poder ler assim que puder e foi bom vc falar para não dar muita expectativa, porque eu sou assim e as vezes me decepciono por causa disso. Enfim...Mas adorei a maneira como você descreveu sobre a estória e também suas colocações. Muito bem escrito. Parabéns

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/resenha-separada-e-dividida.html

    ResponderExcluir
  17. Oi, conheci a escrita da Sara ano passado quando li A Caminho do Verão e um outro que me esqueci o nome e gostei demais da conta,achei a escrita dela bem fluida e as histórias bem amarradas e bem escritas. Esse livro me encantou primeiro por ser dela e depois pela capa, o tema também achei bem bacana, gosto de livros assim e um diferencial da Sara que me deixa muito apaixonada é o fato de que as histórias dela sempre giram em torno de problemas familiares, então com certeza apesar das suas ressalvas, irei ler sim essa lindeza. Pode me enviar tá?hahahaha.

    bjs

    ResponderExcluir
  18. Acabei de ler uma resenha falando super bem do livro. Já tinha ouvido também alguns outros elogios e agora fiquei com um pouco de dúvidas.
    Na verdade sua resenha ainda me faz querer ler o livro, mas dá uma diminuída nas minhas expectativas e pelo que entendi isso é bom, já que o livro parece que promete mais do que cumpre - o que é, de certo modo, uma pena.

    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  19. Oi, Beatriz!

    Ganhei um poster lindo desse livro na Bienal do Rio, mas ainda não tinha tomado coragem pra ler! Que gracinha sua resenha, o livro parece ser ótimo! Por se tratar de drama familiar, acho que é comum que tenha alguns clichês mesmo... Vou dar uma chance pra ele!

    Beijos, Maria.
    http://nerdsideblog.tumblr.com

    ResponderExcluir
  20. Oiii!!

    Eu não conhecia esse livro, e acho que é a primeira resenha que li sobre ele. Gostei! Mas não é jm livros que faria questão de ler agora.

    Acho que seu aviso pra não ir com muita sede ao pote fez isso, esse é jm daqueles livros que devem ser lidos entre umas leituras mais pesada.

    Gostei da sinceridade!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  21. Oiee.

    Não sei se vou chegar a ler essa obra, mas sua resenha me deu uma boa perspectiva do que esperar dele.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  22. Olá

    Já tinha visto esse livro e algumas críticas positivas a ele, gostei da premissa, quanto ao que você citou do livro ser previsível, não ligo muito do livro ser previsível, até porque eu quase sempre percebe o rumo que a estória vai tomar, acho que o0 importante é a forma que a autora conduz a estória.

    Bjss

    ResponderExcluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo