quarta-feira, 23 de setembro de 2015

[SÉRIES] Scream Queens - piloto


Ontem foi dia de estreia e a grande maioria da timeline só falava de Scream Queens. Os dois primeiros episódios foram exibidos ontem pela fox a 00h. A série conta com atores muito conhecidos principalmente pelo público adolescente, jovem adulto: Emma Roberts, Nick Jonas, Lea Michelle, a cantora Ariana Grande, Diego Boneta, entre outros. Talvez tenha sido esse o principal motivo pela espera tão grande. Além disso, um dos criadores é Ryan Murphy - o mesmo de Glee e American Horror Story. Eu esperava uma série incrível, estava com bastante expectativa, mas tudo o que senti foi algo intermediário. 
Logo no início do piloto somos apresentados a irmandade Kappa, conhecida por "abrigar" as garotas mais populares e fora da linha. Algumas mortes também ocorrem no local. A série inicia-se com uma cena de anos anteriores em que uma garota acaba tendo um filho na banheira, no meio de uma festa. Apenas uma amiga fica lá para ajudá-la, as outras preferem curtir e dançar a música preferida. Quando voltam, a garota está morta.
E então, os anos passam e estamos em 2015. Somos apresentados a Chanel, número 1, interpretada por Emma Roberts, Como a boa patricia popular, é seguida pelas sombras: Chanel 2, Chanel 3 e Chanel 5. Ela simplesmente não liga para os nomes reais. A diretora do colégio decide que a irmandade deve deixar de ser restrita, pois traz valores errados para a sociedade escolar. E é assim que Chanel é forçada a abrir a Kappa para a população "estranha". Desde nerds até descoladas - de um jeito nada convencional. A questão é que nenhuma delas se encaixa no molde.
No meio disso tudo, os planos de Chanel acabam dando errado. Ela tinha planejado colocar o rosto da doméstica da irmandade no óleo para assustar as meninas, mas há um devil - um serial-killer - que se aproveita da situação. Resumindo, a moça morre nas mãos da garota e todo mundo tem que guardar esse segredo. 
Então temos Grace - minha segunda preferida (a primeira é a Zayday) - esperta, inteligente e astuta. Seu principal objetivo é tornar a irmandade um lugar melhor, resgatar o sentimento de compaixão que deveria existir. Para isso, ajudará o cara da cafeteria a descobrir os podres das "Chaneis" e de toda a Kappa. O primeiro episódio retrata basicamente isso. Temos muitos personagens secundários e isso significa muitas mortes, só no piloto, duas pessoas já morreram.
Todos esses escândalos e essa coisa serial-killer a solta é bem clichê, certo? Ryan tentou retratar tudo isso com um humor ácido, mas para mim não funcionou. Senti que ficou algo como uma comédia meio sem sentido. Uma pobre mistura de Pretty little liars, Pânico, a paródia de Pânico, Scream, Glee e American Horror Story. Mas é divertido de assistir, só não acrescenta nada, entendem o que quero dizer? Espero gostar dos próximos episódios, mas o primeiro fez com que todas minhas expectativas baixassem. Espero que Ryan Murphy tenha cartas guardadas na manga e consiga me surpreender.
E vocês, o que acharam da série?!

Nenhum comentário:

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo