sexta-feira, 15 de maio de 2015

Resenha: Ruína e Ascensão - Leigh Bardugo

Editora: Gutenberg
Ano: 2015
ISBN: 9788582352335
Páginas: 344
ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoilers sobre os livros anteriores
Depois da grande batalha com Darkling, Alina se vê perdida no subterrâneo. Claro, seus amigos estão lá e o Apparat a apoia e a vê como santa. Porém aquele lugar parece mais uma prisão que um esconderijo. A capital está ruindo e Darkling tem planos de estender ainda mais a dobra, então a Conjuradora do Sol precisa encontrar o terceiro amplificador, o pássaro de fogo. Mas antes, precisa encontrar Nikolai. Com o terceiro amplificador, ela poderá finalmente ascender e vencer o Darkling. Mas Starkov está mudando. Os similares se atraem. Parece que aquela garota está se perdendo cada vez mais, dando espaço para Santka Alina e Conjuradora do Sol, a única esperança de Ravka.

"Você sabe por que vim pra cá, sacerdote?" 
Ele deu um aceno de desprezo, sua impaciência transparecendo. "Esse lugar te faz lembrar de casa." 
Meus olhos encontram os de Maly brevemente. "Você já deveria saber", falei, "um orfão não tem casa".

Ainda não superei Ruína e Ascensão. Li tudo em um dia, embora quisesse enrolar muito pra não terminar. Há tantas reviravoltas e ação desde o início, é bem difícil ficar calmo haha. Porém, nesse aspecto, posso dizer que algumas delas já podem ter sido esperadas. Eu fui surpreendida, mas as pistas estavam lá o tempo inteiro, "como eu não tinha pensado nisso antes?"
O Darkling continua sendo meu grande amor - e posso dizer que arrancou meu coração. Ele é o melhor vilão literário ever. Amo tudo o que ele diz, como tudo faz sentido. Não é um vilão só por ser, por querer o mal, sabe? Ele tem uma história que... leiam! - Além de ser muito sexy, né?! convenhamos.


Nikolai é incrível, adoro a ironia e o sarcasmo dele, sentirei muita falta! Foi um personagem tão bem construído que parecia estar ao meu lado, alias, todos pareciam - até mesmo os secundários.
Maly foi o único que me desapontou um pouco nesse livro, embora tenha passado por muito sufoco. Senti um pouco de falta daquele garoto que dava altos tapas na cara de Alina só com palavras.

"É verdade", disse eu, calmamente. "Você é mais forte, mais sábio, com uma experiência infinita." Eu me inclinei para a frente e sussurrei, e meus lábios roçaram o lóbulo de sua orelha. "Mas eu sou uma pupila talentosa."

Starkov, por sua vez, me surpreendeu. O crescimento da garota entre o primeiro e o último livro é bem perceptível. Ela se torna uma garota forte, machucada, mas forte. Que deve usar de suas ambições mas ao mesmo tempo coloca-las de lado. Que deve fazer escolhas para justificar meios, talvez. A questão é, ela só me surpreendeu. - As cenas com o Darkling e Nikolai são as melhores!!
Não consigo shippar tanto Maly e Alina, pra mim será Darkling always. Sinceramente?! Odeio triângulos - quadrângulos, no caso - amorosos, mas Leigh o fez de uma forma tão sensacional!! Quis que a Alina ficasse com todos haha
E outra coisa, o romance não é o foco, é só algo que está ali, intrínseco. E isso acrescenta muito para a história.

"É algo que nosso pai nos ensinou", Tolya respondeu. "Yuyeh sesh: despreze seu coração. Mas essa é a tradução literal. O significado real está mais para faça o que precisa ser feito - seja cruel se tiver de ser."
"E a outra parte:"
"Ni weh sesh? Eu não tenho coração."

O mundo Grisha é simplesmente encantador. Leigh conseguiu cria-lo com muita destreza e realidade, apesar de ser algo bem distante, mergulhamos na história. Se você não gosta de fantasia, dê uma chance mesmo assim, porque eu também não gosto, mas é uma das melhores trilogias ever.
O enredo é cheio de ação, ágil. Há muitas alianças feitas, desfeitas, muitos testes, ironias, muitas reviravoltas. Tanta coisa!! Fiquei até sem ar.

"Querida", disse ela, virando uma bochecha com cicatrizes para mim, e depois a outra, "Eu não tenho mais um lado bom." Seu tom foi alegre, mas eu também ouvi tristeza ali."

Muitas trilogias se perdem ao decorrer da história, mas Bardugo fez justamente o contrário, tudo faz sentido, a explicação é totalmente crível e de cortar o coração.
Sobre o final, foi um pouco decepcionante, embora surpreendente em certas partes, pois esperava que acabasse de outra maneira, mas foi genial mesmo assim!! Agora fica aquele vazio depois de terminar uma trilogia, mas eu supero com o tempo haha
Obrigada, Leigh Bardugo, por ter me apresentado a esse universo tão incrível.
Super recomendo a trilogia Grisha, leiam, por favor!! É a minha preferida <3
Você pode conferir a resenha dos outros livros aqui e aqui.


SPOILER: NÃO LEIA SE NÃO TIVER LIDO RUÍNA E ASCENSÃO. Sério, não leia, eu te imploro!!!
Vou usar esse espaço para dizer como eu gostaria que tivesse acabado. Eu achei que seria muito bom, revoltante, mas sensacional!
Queria que a Alina tivesse encontrado o terceiro amplificador e ele de fato fosse o Maly. Mas ela começasse a sentir algo mais forte que ela e acabasse se transformando em outra pessoa. Embora Alina estivesse lá, a garota estaria aprisionada. Ela perde o controle e acaba matando Maly para ter o poder. Então, casa-se com Nikolai e pretende salvar Ravka. Mas ela encontra Darkling na dobra e eles fazem algo semelhante ao final do segundo livro. Então Alina torna-se parte luz, mas a escuridão vence. Então ela se junta a Darkling e ambos acabam com Ravka ou fazem outra coisa que não tenho ideia. O livro acabaria com alguma frase de Alina do tipo "Sou luz. Sou escuridão. Alina Starkov ficou pra trás."
E você, gostou do final? O que mudaria, caso pudesse?

5 comentários:

  1. Oláá, Beatriz! Então, nunca li essa trilogia, só conheço porque tenho uma amiga que amou o primeiro mas agora tá tendo muita dificuldade para terminar o segundo :( Um dia quero poder ler, mas não agora. E fico feliz que o final da trilogia não te decepcionou! *O* Bjo

    Tici | www.bibliophiliarium.com

    ResponderExcluir
  2. Oláá!
    Acredita que não conhecia essa trilogia, nunca ouvi falar. Achei interessante demais, fiquei curiosa pra ler.
    Beijos!
    http://masenstale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia essa trilogia, mas gostei muito da resenha e com certeza eu vou ler
    :**

    http://armazemdochef.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Shippo muito Alina e Nikolai <3
    Muito boa esta trilogia, super recomendo!!

    ResponderExcluir
  5. Gostei do final,só teria deixado o Maly morto. O Nikolai é um personagem muito interessante... Só eu que achei que o Maly ter sobrevivido foi paia? Quer dizer,ele fez todo aquele sacrifício,pra no fim ser ressuscitado... 😒

    ResponderExcluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo