quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Resenha: Se arrependimento matasse - Alma Cervantes

Editora: Novo século
Páginas: 240
ISBN: 9788576799955
Ano: 2014
"Alex, Alice e Rebeca são grandes amigos e decidem se reencontrar depois de alguns anos sem se verem. O lugar escolhido é o hotel dos pais de Alex, mas o que parecia uma viagem especial, repleta de conversas agradáveis e descontraídas com os outros hóspedes durante o jantar se transforma, em seguida, num pesadelo. Quando os três se preparam para dormir, ouvem batidas desesperadas à porta e seguem ao salão, onde logo descobrem que o cozinheiro fora assassinado. Com a comoção, somada à dificuldade de fuga devido à tempestade e névoa lá fora, a confusão logo se instala no hotel, além de um desagradável clima de suspeita entre os hóspedes. "

O livro se trata de um suspense bem construído, daqueles em que você acaba tornando-se o próprio detetive. É o tipo de suspense que te prende e te faz pensar e raciocinar para juntar as peças do quebra-cabeça.
A narrativa é bem construída e não possui gralha alguma, o andamento é fluído, mas depende bastante do seu humor para esse tipo de livro, ás vezes pode se tornar cansativo. Não encontrei nenhuma falha na hora de ligar os pontos – o que me decepcionou, já que o desfecho era bem previsível. Sou daquelas que pensa “acho que fulano é o assassino, mas seria muito obvio, então o assassino é outro fulano”, mas geralmente fico surpresa com o final. Nesse livro, não, o desfecho passou pela minha cabeça várias vezes. Acredito que tenha sido minha maior decepção em relação a narrativa.
Os personagens são bem trabalhados, principalmente Alex, Alice e Rebeca. Além disso, vi algumas semelhanças do autor com o Alice, foi uma coisa que gostei bastante, a arte imitando a vida. O único personagem que poderia ser trabalhado mais é a Frederica, quando a conheci pensei que ela seria muito mais explorada do que realmente foi.


O livro é muito bom para descobrir junto com ele, se você é daqueles que gosta de ser o detetive, juntar cada detalhe e ir descobrindo, pensando junto com a narrativa, Se arrependimento matasse é feito pra você! Mas se você gosta de ser surpreendido, bom, leia também, afinal, o livro é bom – principalmente para um autor novo – mas não espere uma surpresa. 
Agradeço muito a oportunidade de receber esse livro para resenhar e gostaria de desejar muito sucesso a Alma Cervantes e dar os parabéns pela obra. Parabéns também pelas conexões muito bem feitas, a maioria dos suspenses que já li sempre tem um furo ali no meio, diferentemente desse.


Nenhum comentário:

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo