quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Amor ao próximo

Uma das grandes palavra da religião é "ame ao próximo", isso me choca bastante. Não, não estou falando mal de religião alguma, estou chocada com nós, seres humanos que vivem em uma sociedade aonde é necessário sua religião dizer "ame ao próximo". Essa não deveria ser uma palavra dita apenas por religiosos. Amar ao próximo deveria ser universal.
Se houvesse uma única lei, essa deveria ser: ame ao próximo, não deixe que seu ego tome conta de si. Vejo por aí tanta gente que frequenta a igreja e é extremamente egoísta, mas também vejo religiosos fazerem coisas incríveis pelos outros. Também vejo outros que tem um ego tão grande que o tamanho da cabeça deveria ser triplicado, mas também já vi ateus ou pessoas que não são tão religiosas ajudarem os outros, também. O que importa não é a sua escolha religiosa, e sim o seu caráter, a sua índole, é disso que somos feitos.
Há tanta gente passando fome, tanta gente doente que precisa de ajuda... Mas tudo começa de um modo muito mais simples. O próximo não precisa ser alguém "distante", não. Existem coisas muito mais simples que vivem sendo ignoradas.
Esses dias vi uma cena que me deixou muito chocada e cortou meu coração, e que fique bem claro, não estou escrevendo nada disso aqui pra me gabar, esse texto é mais um desabafo em relação a todo esse egoísmo excessivo e hipocrisia no mundo.
Estava prestes a entrar na aula quando vi uma garota mais nova segurando o choro, juro pra vocês que vi os olhinhos dela encontrarem o teto e quase ouvi a voz dizendo "não chora, não chora.", mas ela não aguentou, as lágrimas começaram a descer. Fiquei olhando meio de canto com o coração na mão, fiquei com um pouco de receio de ir até lá por achar que ela acharia estranho, algo assim. Então aconteceu, um funcionário que trabalha lá olhou para o outro lado e viu a garota chorando. Repito, viu a garota chorando. Sabe o que ele fez? Nada. Exatamente nada. As pessoas simplesmente passavam como se nada estivesse acontecendo. Fiquei chocada com isso, o mundo de alguém pode estar caindo do seu lado e a maioria nem vai se importar de olhar. Decidi dar meia volta e ir falar com ela.
Eu sei que o mundo não vai mudar e uma pessoa fazendo um post em um blog, contando sobre tudo isso, não vai ajudar nada. Mas eu precisava dizer, precisava. Acho que cada um de nós deveria refletir um pouco e fazer algumas mudanças. Claro, todo mundo é um pouco egoísta e isso é saudável, mas deixa de ser quando você deixa uma menina chorando, passa ao lado de um mendigo e nem olha - como se ele não estivesse ali, entre tantas outras coisas.
O seu ato pode ser uma raridade no meio de milhões, mas faça mesmo assim, a gente nunca sabe o quanto o dia de alguém pode melhorar até por um simples "você está bem?" sincero.
E sim, todos sabem diferenciar um "ta tudo bem?" por educação e o "ta tudo bem?" dito com sinceridade.

Nenhum comentário:

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo