domingo, 20 de julho de 2014

Status: online

Há alguns anos atras tudo isso acontecia no messenger. Online. Offline. Online. Offline. Online. Offline. Online. Só pra aparecer do outro lado da tela "Fulano acabou de entrar", sinônimo de "Olha! Eu tô bem aqui, ONLINE, dis-po-ní-vel, me chama, fala comigo!" Mas agora os tempos mudaram e a rede social é o facebook, mas na verdade ninguém se fala muito por lá, é pra isso que serve o whatsapp. Esse ultimo não vai avisar que você está online, a não ser que a pessoa abra seu chat - mas se você está pensando dessa maneira, provavelmente é porque a pessoa não te chamou - a opção que resta é ficar lá olhando a janela de chat dele e mentalizando "me chama", "me chama", "me chama", mas ele não vai chamar - ou vai, se o universo estiver ao seu favor. Então você lê "visualizado as 14:00" e o relógio marca "14:02", pior ainda é ler "online" e segurar a coceira do dedo mentalizando "não vou chamar", "não vou chamar", "não vou chamar". 
Seria tão mais fácil se conseguíssemos simplesmente colocar tudo pra fora. Porque enquanto estamos lá pedindo pra ser chamada e quase fazendo a dança do sol adaptada pra ver se funciona, tudo o que passa pela mente é:
"Oi, só queria dizer que infelizmente me apeguei em você e não, eu não queria. Realmente não queria estar aqui praticamente implorando por uma mensagem sua. Não queria ficar ligando o celular toda hora só pra saber se chegou alguma coisa. Odeio a mania que tenho de postar foto e esperar você curtir ou comentar. Odeio mais ainda ter que ficar esperando por uma coisa que sei que não vai acontecer. Não, eu não quero me apegar em você. Mas já era. Você olhou pra mim e já era. Você me abraçou e já era. Você me beijou e já era. Então por favor me chama nem que seja pra dizer "não falo com você porque não estou interessado nem na sua amizade", só não me deixa plantada na ilha da ilusão, obrigada."

2 comentários:

  1. Adorei o texto! *0* Ficou tão bem escrito! Parabéns! Além do mais, achei o blog uma graça! :)

    ResponderExcluir
  2. Oii, a primeira coisa que vi em seu blog foi esse texto e parabéns, mesmo. Sei bem como é isso, estou passando pela mesma coisa há um tempo e foi ótimo encontrar palavras que descrevem exatamente o que eu sinto. Obrigada
    Também tenho um blog no qual escrevo alguns textos, assim como minha amiga.
    http://sweetssbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo