segunda-feira, 23 de junho de 2014

Resenha: Fragmentada - Teri Terry

Fragmentada - Teri Terry
Editora: Farol Literário
Páginas: 424
Ano: 2013
"Kyla não deveria se lembrar de nada quando foi reiniciada. Mas segredos do seu passado atormentam sua mente. Presa em uma luta contra a opressão dos lordeiros, e ansiando por liberdade, Kyla vê seu passado e presente colidir de uma forma que ameaça sua vida. Enquanto sua busca desesperada por Ben continua, em quem ela poderá confiar em um mundo repleto de segredos e mentiras?" 

Reiniciados é uma série distópica que me chamou muito a atenção, justamente por retratar um mundo mais sombrio, sendo assim, diferente de outras distopias. Li o primeiro livro da série e fiquei com muita vontade de ler o segundo.
Para quem ficou confuso, assim como eu, com o final do primeiro, Fragmentada te traz várias respostas. Meu fator preferido do segundo livro da série é a duplicidade - triplicidade, no caso - de personalidade intencional. 
Acredito que Fragmentada tem como base as memórias de Kyla, ela finalmente consegue se lembrar de mais coisas de seu passado, obtendo então, várias respostas, entre elas: Kyla foi fragmentada, três pedaços: Kyla, Rain e Lucy.
Nesse livro, ela luta para descobrir mais sobre o que está acontecendo e vai contra os Lordeiros. Somos apresentados também a novos personagens, típicos da relação de amor e ódio, não sabia se era melhor amar ou odiar cada um deles.
Fragmentada é um livro sombrio, com uma pitada de thriller psicológico, cheio de reviravoltas, ambiguidade, duplicidade. Como dito na capa do livro, não há como saber em quem confiar.
A leitura me prendeu muito, não diria que do inicio ao fim, pois tive que fazer um longo intervalo no meio da leitura, mas assim que peguei o livro de novo, não parei de ler até chegar ao final. E que final!
O livro não tem foco em romance - embora você deseje que alguns certos casais se formem - e eu gostei muito disso, já que parece que todas distopias tem que ter um romance, mas essa história incrível mostrou que não é preciso romance para uma boa trama.
Além disso, tudo se passa em Londres, não sei como quem já leu se sentiu, mas me senti em uma Londres mais antiga e sombria, amei demais!
A escrita de Teri Terry é extremamente única, algo muito diferente de todas as leituras que já fiz, me surpreendeu desde o primeiro livro e acredito que a tendência seja melhorar.
Recomendo a todos que assim como eu, adoram distopias, mundos diferentes. A mistura perfeita de suspense, distopia e thriller psicológico.
Se você já leu o livro, deixe um comentário dizendo o que achou ;)
PS: Ficou curioso? Você pode ler as 45 primeiras páginas do livro abaixo, disponibilizadas pela Farol Literário.

3 comentários:

  1. Estou lendo o primeiro da serie, e estou adorando, espero continuar !
    >.<
    Excelente a resenha, adoro distopia e thrillers, suspense e tals !!!
    Abraços !

    http://comandoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu li o um e parei no dois. Fiquei triste quando ela perde o Ben e agoniada quando ela vê a Phoebe reiniciada. É um bom livro e faz você pensar, estilo Jogos Vorazes, porém mais suave :))

    http://menorque3.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não consigo ficar triste pelo Ben, nunca consegui gostar do casal, não sei, mas ele é meio sem sal pra mim. Agora a Phoebe eu fiquei bastante agoniada também. Faz você pensar mesmo e faz várias analogias com a sociedade atual!
      Agora ficamos esperando Shattered, né?!
      Beijos!

      Excluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo