sábado, 12 de abril de 2014

Se eu morrer jovem - Beatriz Nogueira

Se eu morrer jovem  - Beatriz Nogueira
Por favor,
Tire-me da banheira com cuidado, penteie meus cabelos e me vista com um vestido vermelho vinho. Nos olhos, faça um delineado bem bonito e coloque uma coroa de flores vermelhas em meu cabelo. Limpe meus ferimentos, se possível, passe base por todo o corpo para cobrir aqueles cometidos “acidentalmente” em vida. Não chore ao ver o sangue escorrendo junto com a água do chuveiro e dando uma coloração avermelhada para a banheira. Não, não se culpe por mim.
No meu enterro não quero rosas ou qualquer tipo de flor, muito menos roupas pretas, ninguém nunca se importou, não é mesmo?! Quero apenas uma boa musica.
Deixe que me vejam bola. Cole minha boca em um sorriso permanente. Deixe-me no leito e em seguida jogue-me ao mar. Morta com a própria beleza. Não se assuste com meus olhos revirando, não saia gritando. Morta. Sorrindo, como sempre fui vista. Morta. Superficial.

Como sempre sorri. Como sempre acharam que eu fosse. Como sempre me viram, superficialmente, e nem se importaram em escavar meus sorrisos falsos e ir até a alma. Portanto, simplesmente me deixe ali, em meio ao mar, bela. E morta.

Ps: Esse texto foi escrito por mim, Beatriz Nogueira, baseado na música "If I die young - The band perry" e a vida de muitas pessoas, em geral, quando o "tudo bem" e um sorriso na verdade querem dizer "por favor, me ajude, estou entrando em decomposição."


Nenhum comentário:

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo