sexta-feira, 25 de abril de 2014

Divergente [FILME]

Divergente - uma escolha pode te transformar (Filme)
A adaptação da tão aclamada trilogia literária Divergente aos cinemas estreou no dia 17 desse mês, no Brasil. Com direção de Neil Burger, os atores Theo James e Shailene Woodley, como Tobias e Tris, respectivamente, o filme chamou a atenção de muitos, principalmente aqueles que são fãs da serie literária, como eu. 
Quando Beatrice Prior completa 16 anos, ela deve fazer uma escolha que poderá transforma-la, decidir a qual facção irá pertencer pelo resto de sua vida, em uma sociedade composta por cinco facções - Audácia, Abnegação, Franqueza, Erudição e Amizade. Agora, com a Audácia escolhida e um segredo guardado, deve enfrentar todas as consequências, entre os fatores decorrentes a garota conhece Four, seu instrutor.
Aviso: pode conter spoilers
Confesso que não foi fácil iniciar essa resenha, já era fã de Divergente antes ainda de todo o processo do filme começar, com os livros lidos e a ansiedade no coração, não aguentei esperar o dia seguinte e fui assistir o filme no dia da estreia na ultima sessão, de ultima hora. Bom, como já disse no post de atualização, amei o filme individualmente, porém, comparando-o com o livro, os fatos mudam um pouco. 
Tudo começa com a narração de Tris - Shailene - explicando um pouco do contexto da história, contando sobre as facções, o teste de aptidão, etc. A primeira cena, de fato, é aquela em que a mãe corta o cabelo de Beatrice, assim como no livro, esta cena me agradou bastante. Então a história vai acontecendo. Gostei bastante dos cenários, embora não fossem exatamente como o imaginado, o único que realmente não gostei foi o do teste de aptidão. Em relação ao casal, amei, acho que a química entre os dois é incrível, cada cena do romance me fazia querer gritar. A minha preferida, alias, é a do teste final, que quem assistiu sabe do que estou falando. O lado ruim é: achei que o filme focou muito no romance, mais do que deveria, e não na real essência do livro. Gostei também das cenas finais, embora não estivessem nos livros. A atuação da Shailene, Theo e os outros atores foram incríveis, mas, para mim, Beatrice no filme não é Beatrice no livro. Acredito que ela ficou muito fraca no filme e quem leu sabe que Tris não é assim.
Amei as lutas, achei que foram muito bem trabalhadas e as cenas das simulações foram muito boas também, as melhores partes, inclusive as que ela está lá dentro com Tobias - embora não tenha gostado muito da cena da caixa, pois imaginei um pouco diferente, com outras palavras. 
O filme é ótimo em si e recomendo sim, porém, se você leu o livro e assistiu ao filme deve ter ficado um pouco irritado, assim como eu.  (spoiler, eu acho) Na adaptação, Uriah não aparece - cena da tirolesa sem Uriah, não foi cena da tirolesa - Edward não perde um olho, e no final, Tobias não está sozinho. Queria realmente saber como explicarão Insurgente, espero que as próximas sequencias melhorem.
Vou repetir, para finalizar, o que já disse varias vezes, o filme, para aqueles que nunca leram o livro, é incrível, mas, comparando ambos, daria nota 7,5.

2 comentários:

  1. ahhhhhhhhhhh!! Super curiosa para ler!!!
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim!! É muito bom, na minha opinião, a melhor distopia! Me conta depois, ta?! ;)
      Beijos!!

      Excluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo